quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Das tradições

A tradição já não é o que era. Antes faziam-se leilões de antiguidades, alguns objectos, umas casas até...agora já se fazem de países! Qualquer dia, um sultão lá das Arábias acorda e não sabendo o que fazer aos trocos que tem no bolso diz: "Ora hoje aptece-me comprar qualquer coisa, humm talvez um país? Pode ser aquele ali à beira-mar plantado".
Antes as eleições tinham vários candidatos que realmente competiam para o lugar. Isto de já se saber quem vai ser o próximo Presidente logo no íncio das campanhas não tem piada nenhuma.

4 comentários:

Rita G. disse...

Tens toda a razão...

L'Enfant Terrible disse...

Eu proibia as sondagens e as estatísticas!

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Malinhamiga

Até ao lavar dos cestos é a vindima. Mas, pelo andar desta carruagem, o futuro-ex PR é como a pescado ou o vestido: antes de o ser, já o era.

Se não for assim - o que muito me agradaria, mas, infelizmente, acredito que será - farei, nem que seja sozinho, uma ganda festa-comemoração. De há muitos anos, desde o luto estudantil de 1962, que não gosto do sr. Silva (AJJ dixit). Chega.

E quanto à questão da compra deste desgraçado cantinho por alguém - só se fosse um internado no Júlio de Matos. Sem desprimor.

Qjs = queijinhos = beijinhos

J.J. disse...

A política cada vez mais está caminhando para esse lado negro. Triste isso.