terça-feira, 10 de agosto de 2010

I'ts Malinha baby

(via)

Se estivesse a responder a um daqueles questionários-inquérito e a pergunta fosse sobre quais os lemas da nossa (minha) vida, este seria um deles. Arrependermo-nos daquilo que fazemos não, mas daquilo que não fizemos. Do tempo gasto sem vida, da folha em branco que ficou por preencher.
Se alterava alguma coisa passada? Sim.
Do que fiz? Não. Se voltasse atrás, as situações seriam as mesmas. Nessa altura não pensava da mesma forma como hoje penso, logo teria agido igual.

21 comentários:

Dorushka disse...

Esta é uma grande verdade, eu não me arrependo de nada, nem mudaria nada, pois, se o fizesse, não teria a vida que tenho hoje e eu gosto, muito, da minha vida.

Um gajo qualquer... disse...

Totalmente de acordo!

;)

Fapplephill V. disse...

:)

100% verdade

Saltos Altos Vermelhos disse...

;)

Rita G. disse...

Se calhar mudava algumas coisas, mas é como dizes, como não pensava como penso hoje teria agido da mesma forma. bj:)

Anjo De Cor disse...

Apoiada Malinha ;)
Bjs* e bom fds

CG disse...

Eu também só me arrependo daquilo que não faço. Até porque acredito que, bem ou mal, as coisas acontecem por uma razão.
Big Kisses

Malinha viajante disse...

Afinal há muitos que pensam como eu.
Amén ;)

Hyndra disse...

Concordo.

Minhoca disse...

Estou de acordo :)

J.J. disse...

Acho que a vida é um aprendizado! Não faria nada diferente, pois se fizesse não aprenderia!!

.I. disse...

Tretas! Todos têm arrependimentos. E... arrependimento do que não se fez? Isso é um erro de lógica. As pessoas nunca se arrependem do que não fizeram porque, simplesmente, não fizeram e, se não existiu, não se pode medir dessa maneira. Do que as pessoas se arrependem é de terem feito outra coisa diferente da que não fizeram (pum! estouro mental).

Malinha viajante disse...

.I.: Caro(a) tretas? Só se for para si. Para mim é muito simples é o que está escrito no post, não percebeu?
Aqui a malinha explica. Veja bem, passou por uma situação e deixou escapar oportunidade(s) para fazer algo em relação a ela. Não interessa os motivos nem os porquês? Nunca pensou: "Bolas, devia ter feito aquilo, dito acolá, blá blá blá..." Arrepender-se daquilo que gostaria de ter feito (mas não fez).
Get it?
;)

.I. disse...

Oh, I get it, alright. I do. But you, obviously, do not (don't make a big deal out of it; most people don't get it anyway).

Cheers.

Ana disse...

Eu arrependo-me de muitas coisas que fiz e tenho a certeza que vou continuar a arrepender-me, porque a vida é isso mesmo, é fazermos coisas sem saber qual vai ser o resultado, e ele nem sempre é o que desejamos. Aprendemos com os erros, sim! Tudo tem uma compensação. Mas se eu pudesse, sabendo o que sei hoje, mudava muita muita coisa.
Do que não fiz? Também me arrependo. Tantas vezes olho para trás e penso no que deveria ter feito ou dito em determinada situação...

Talvez por isso, hoje em dia, deixe muito menos por fazer e dizer. Arrisco muito mais, vou atrás, faço o que tenho vontade de fazer. Se me arrepender depois, paciência... aprendo a lição. Mas pelo menos fiz.

:-)

Malinha viajante disse...

.I.: Of course you get it and I don't obviously! (até me espanta que não tenha logo percebido)
Mas olhe em compensação a Ana (comentário abaixo) que diz que ao contrário de mim também se arrependeu de coisas que fez, percebeu!
Há coisas fantásticas não há?
;)

Cheers to you too

.I. disse...

Sim, há coisas fantásticas. Mas esta não é uma delas. Arrependimentos acontecem todos os dias. Banalidades.
No final de contas, estamos aqui a discutir os sexo dos anjos. Que interessa isso? Eu estou mais perto dos demónios do que dos anjos (e ainda bem, porque esses têm sexo... eu sei bem).

Nelson Soares disse...

Eu subscrevo completamente a imagem. Por duas coisas muito simples: o caracter é formado pelas más experiências e os traços de personalidade são o que de mais único pode haver nela própria, na personalidade de cada um...


Um beijinho enorme***

mademoisellejoanne disse...

concordo:)

Vera disse...

Esta é também uma das minhas máximas :-)
Gostei de te visitar e espero que retribuas a visita ;-)

Malinha viajante disse...

Vera: Afinal já somos bastante com este lema, oh yeahhh ;)
Bigada e bem-vinda ;)