sábado, 13 de fevereiro de 2010

Filmes (#29)

Nada de novo: cinema a preto e branco, outra das minhas paixões. Quanto mais antigo melhor, este dos anos 30. "O Diabo é uma mulher", Marlene Dietrich como Concha Perez, uma diabólica andaluza que tem como passatempo preferido coleccionar conquistas, utilizá-las a seu belo prazer e largá-las sem deixar rasto. Curioso é pesquisar e ficar a conhecer o processo pelo qual passou nas mãos do realizador Josef von Sternberg. Citando a sinopse : "Como todo o bom cinéfilo sabe, transformou uma reconchuda alemã na fascinante Marlene. O mito foi uma criação exclusivamente sua e a actriz teve de submeter-se a todo o tipo de transformações, tanto físicas, como de estilo e de comportamento. É o mais evidente caso de mulher "fabricada" de toda a história do cinema, daí o seu grande poder de fascínio". Guarda-roupa e paisagens fantásticas em época de carnaval (pura coincidência com estes dias).
Ide ver e apreciai (mais) um clássico do cinema.

3 comentários:

J.J. disse...

Cinema preto e branco me fascina também. Tem mais emoção!

Bjus

Cat disse...

Eu gosto mas conheço muito pouco. Tenho de aumentar a frequência das minhas idas à Cinemateca :)

Ana Patrícia disse...

Adoro! Aliás aprecio imenso os clássicos do cinema. Imenso!