quarta-feira, 16 de junho de 2010

(In)Confidências


Não sei quando nem porquê, mas desde que me conheço sempre sonhei em ter um pão-de-forma. Gosto muito do meu carro, atenção...tenho a sorte de ter um dos meus favoritos.
Mas este é especial. Imagino-o como uma micro-casa. Explico-me: pegamos nele e saímos por aqui a laurear como se não houvesse amanhã, é uma espécie de tenda mais muito mais gira. E com muito mais estilo. E se for rosinha então é como a cereja em cima do bolo.
Adoro-o simplesmente e um dia há-de ser meu, só meu.

8 comentários:

L'Enfant Terrible disse...

Mas isso ainda se fabrica?

Malinha viajante disse...

Enfant: Não me parece, mas vendem-se alguns antigos e antigo é que é!
;)

Anjo De Cor disse...

Acho que iria ser dificil encontrar uma reliquia dessas em bom estado ;)
Sabes és uma romântica*
Bjs*

Pinkk Candy disse...

não sabia que os portugueses chamavam a essa carrinha pão-de-forma, a sério?

xoxo

Poetic GIRL disse...

É como os Citroen dois cavalos, o meu pai teve um, tenho pena que se tenha desfeito dele. Ainda lançaram os beetle mas não chega aos calcanhares do outro... beijocas

Malinha viajante disse...

Anjo de cor: Talvez não...
Romântica? Um cadinho talvez mas não é meu hábito.

Pinkk: Os portugueses? Hum mas tu não és portuguesa?
Sim pão-de-forma, é um dos nomes que se chama, nunca tinhas ouvido?
;)

Poetic: Esses também são o máximo. Adoro carros antigos, quando mais anos tiverem melhor ;)

Hyndra disse...

Também lhes acho muita piada.

Minhoca disse...

Nem sei se ainda ha e tb n me vejo dentro de um, mas tb lhes acho piada, pelo menos à vista :)