domingo, 17 de maio de 2009

O que fariam se...

em plena Avenida da Liberdade, um perfeito desconhecido vos dissesse: “Se me deres o teu número de telefone, prometo levar-te ao céu.”


*Deixavam de a frequentar, boa sugestão. Mas é uma pena, porque tem umas lojas tão jeitosas…

27 comentários:

Debbie disse...

Ui! Será que ele era um promotor da Vodafone? ;)

Inês Brito disse...

Um olhar de desprezo pode fazer milagres! É desenecessário não frequentar tal lugar só por um jeitoso sem imaginação.

Bj,
(i)

Mariana disse...

ha gente com uma grande lata realmente

bj

Teresa Queiroz disse...

bom.... depende do desconhecido do tom de voz... e do que seria o "céu" ...
provávelmente ...teria curiosidade de saber que tipo de pessoa diz isso ... heheheh

ou não... hummmmm se clahar não pensando melhor ...não é aasim nada de jeito para se dizer .... :)

disse...

Bom..isso também depende do aspecto do desconhecido! lolol

Se calhar até era um piloto da TAP!

***

sakura disse...

Sério?! Aconteceu-te mesmo? E o que respondeste? ;)

o dono do blog disse...

E porque não aproveitar "o elevador"? :D

Beijos

Blog do Óbvio disse...

Foste abordada por algum "profeta"? Também, a rua é da LIBERDADE... Então pode acontecer de tudo. Liberdade geral. Beijocas. Manoel Eduardo. - Brasil.

mau feitio disse...

olha que no ceu dizem ter uns gajos jeitosos...

mau feitio

Olhos Dourados disse...

Eu fingia que não era comigo.

Ivan Mota disse...

Isto há com cada um. A solução será mesmo, estar com um olho no burro (lojas) e outro no cigano (sujeito atrevido). lol

Cat disse...

Não gosto dessas abordagens tão agressivas. Punha o meu ar mais "humpf!" e continuava :P

(vá, mas quem é que não gosta de ser elogiada? :D)

João disse...

Seria piloto?

Just Me...S disse...

Um estalo??? Ignorava??? ou então chamava-lhe imbecil com falta de originalidade... :)))

Doce beijo

Ana M. disse...

e não foi o Hugh Jackmam, pois não querida o que é uma pena.

Se te fez sorrir eu continuava a passar por ali pelo menos ao lembrar-me sorria.

beijinho

Gabriela disse...

Pois é... o tempo do "E se um estranho lhe oferecer flores..." já lá vai. Agora já não perdem tempo, vão direitinhos ao assunto!
Bjs

susana disse...

eu seguiria em frente.... mas se fosse giro perguntava-lhe o porquê de tão pouca ambição? Porque não até ao planeta mais distante do sistema solar?....assim não vai longe:)
abraço su

sweetie disse...

Ficava com o orgulho inchado! =P Mas só se ele fosse giro eheh!

CG disse...

Deixar de a frequentar não é uma opção. Era muito azar encontrares a "personagem" toda a santa vez que fosses a essa rua ;)
Assim de repente não sei o que diria, mas sei que no momento iria mandar uma boca qualquer, como sempre faço (um dia ainda me lixo =P )
Mas, já agora, o que respondeste? ;)
Big Kisses

pedropina disse...

e nao deste?
eu dava!
ando curioso pra saber onde fika o ceu!
mas é viagem de ida e volta
certo?

_Malinha viajante disse...

LOL o que me ri com os vossos comments!!;P
Não dei nenhum estalo, simplesmente sorri e continuei a andar, visto que o rapazito até era jeitoso!
Claro que não vou deixar de frequentar até porque como disse tem uma lojas muito jeitosas e gosto de lá ir!!:))

_Malinha viajante disse...

Aos novos leitores, bem-vindos e voltem sempre!!:))

FaBiaNa GuaRaNHo disse...

Bom vamos lá,
Se tiver cara de afegão, tô fora, deve ser algum tipo de homem-bomba.
Se tiver cara de anjo, desconfio que seja o capeta disfarçado.
Se tiver de uniforme, pode ser um piloto da Aeronáutica, dá pra pensar ir.
Agora se for lindo, nem dá pra pensar muito né.
Bjinhos e adorei a brincadeira.

Histérica ® disse...

Há piropos muuuito piores, por isso, o rapaz até foi delicado!

;D

Praga disse...

Eu dizia-lhe: "Não queres antes conhecer o inferno?"

Assim que ele arregalasse os olhos, dava-lhe um pontapé na parte viril e dizia-lhe: "Prazer, sou o Diabo!!"

[Gargalhadas!!]

Carla disse...

Lol continuava a andar mas com o ego mais fortaleciso :) é sempre bom ouvir (excepto aqueles foleirões)

Ana Maria disse...

Eu respondia que não conheço lá (no ceu) ninguem.....

Mas há que admirar o rapaz pela ousadia. Ouvir um piropo na rua já não é habitual e ainda por cima não era de um trabalhador das obras!! ou era?

Ana